sábado, 24 de outubro de 2015

SER OU NÃO SER...

Às vezes não sabemos muito bem que caminho tomar... cortar à direita, virar à esquerda, seguir em frente ou simplesmente voltar para trás?
Às vezes só o tempo consegue dar a resposta correta. Ainda que ele não responda quando mais precisamos...

terça-feira, 31 de março de 2015

O VOO DO PARDAL LXIV

No tempo dos meus avós, a eliminação das ervas daninhas - e há que aceitar este facto, que elas têm que ser eliminadas para garantir a sobrevivência das colheitas - era um processo natural. As mulheres enfiavam-se na água lamacenta, até meio das coxas, e arrancavam-nas, uma a uma, deixando intacto o resto do ecossistema.
Mais tarde, vim a saber que, nessa época remota, Mao tinha medo de Salazar.
Interroguei-me se Juliana teria conhecimento do genocídio que devastava o seu pedaço de chão.

Pouco tempo depois, descobri que sim.


sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

RENOVAR

Cá em casa, existia uma velha cadeira. Tinha o tampo roto e estragado. Foi fácil remodelá-la...




Ficou bem gira!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

O VOO DO PARDAL LXIII

Durante o resto da tarde, ele rondou o arrozal envenenando cada uma das células das espécies ilegais e legalizados, com a nuvem amarelada. A vida parecia deixar de jubilar, sob aquele escudo visível. A nuvem letal invadia subtilmente cada centímetro cúbico de ar puro até se depositar, irremediavelmente, na água, no solo e sobre os que nele habitavam. As plantas, sem se poderem locomover, murchavam. Os animais, desprovidos da sua sensibilidade, perdiam o rumo e o brilho do olhar... Este abutre-preto limitava-se a matar por matar, lentamente, virando as costas, para voltar em seguida ao ataque. Era esta a característica principal que o distinguia dos demais.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

ANO NOVO


Escolhi as flores brancas da macieira para dar as boas vindas ao novo ano. 
Um ano que eu gostaria que fosse de paz e de harmonia. Embora este seja um desejo desprovido de imaginação, já que todos o desejam, ou não fosse o dia 1 de janeiro o Dia Mundial da Paz, é a minha singela aspiração.
Desejo, para mim, para a minha família e para todos um Novo Ano Maravilhoso.  Ainda que este "maravilhoso" signifique apenas "melhor que o ano passado"...